Loading...

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Digitalismo: Poema "A névoa", de Fernando Sales, ou Professor Fernando Letras

Digitalismo: Poema "A névoa", de Fernando Sales, ou Professor Fernando Letras


Modéstia à parte, um dos meus melhores.

Não deixe de visitar também meu poema O beija e a flor:
http://professorfernandoletras.blogspot.com.br/2013/09/poema-de-amor-o-beija-e-flor-fernando.html


A névoa

A beleza do que não se vê
Do que mal se vê
Do que esconde mostrando
E mostra o quanto somente quer

Ela encobre farsas,
Cria sonhos sãos, impressões mais que reais,
E ao passar revela
O que só se saberá por um exato instante
Como o futuro
Que se escolhe só uma vez, todas as vezes

Esse véu divide o mundo em dois:
Um é o que só se esclarece para quem está sob ele

Há a floresta
Haja névoa ou só luz
Existe e é mais bela
Sim, é mais bela,
Quando a fantasia a cobre.

2.

Pronta se desvanece
Com a pureza desse inexistente,
O tempo
E surpreende
Porque o que se sabe
Também foge e é beleza

Sim, a mudança e a incerteza
São as convicções
Desses olhos que param,
Pasmam, piram e querem
O real e o ilusório a um só tempo.